Blog

Se a criança reclamar de dor de ouvido, pode ser que ela esteja com otite externa – um processo inflamatório do ouvido. Esse é o tipo de otite mais comum nos meses quentes de verão, devido aos banhos de mar e piscina. A otite externa é uma inflamação da pele que reveste as paredes do conduto auditivo (orifício visível da orelha até cerca de 2 centímetros mais para dentro). Uma das causas mais comuns para essa inflamação é o excesso de água ou umidade acumulada. Outra causa costuma ser o mal hábito de se introduzir instrumentos de qualquer tipo para limpeza dos ouvidos.
Orientações:
– É importante que o ouvido fique seco por dentro. O maior problema não é a água que entra nos ouvidos, mas a água que fica lá por um longo período, criando condições ideais para o desenvolvimento de bactérias ou fungos. Uma dica é secar as orelhas com o secador!
– Não introduza nenhum instrumento para limpar ou coçar o interior dos ouvidos. Além do risco de lesionar a pele, a remoção do cerume, deixa o canal desprotegido e mais propenso a se infectar quando em contato com a água.
– Tendo o diagnóstico de otite externa, não se deve praticar natação ou deixar cair água dentro do canal auditivo durante o tratamento. Em crianças pequenas, mesmo o banho deve ser dado com atenção. Pode ser indicado usar algum tampão auditivo ou um algodão para vedar o ouvido durante o banho.