Blog

bebe

Boa parte dos problemas auditivos pode ser prevenida com diagnóstico precoce e tratamento adequado

Prevenir é possível
A audição é fundamental para estimular o processo de linguagem, da comunicação, do pensamento, da inteligência e do raciocínio, ou seja, para todo o desenvolvimento psicossocial de uma criança. Algumas medidas simples podem ajudar:

– Vacine a criança contra meningite, sarampo e caxumba.

– Fique atenta às queixas do bebê: febre, inquietação, perda de apetite, vômitos. Esses sinais podem indicar desde uma simples infecção, como a otite, ou mesmo quadros mais graves, como a meningite.

– Evite a exposição contínua do pimpolho a brinquedos que produzem ruídos acima de 70 decibéis. Um inocente bichinho de plástico  produz um ruído de 95 a 103 decibéis. Lembre-se: explosões ou disparos de arma a curta distância (acima de 140 decibéis) podem provocar perda auditiva imediata e severa.

– Evite manter seu filho em ambiente refrigerado. O ar frio afeta a mobilidade dos cílios do aparelho respiratório, que deixam de “varrer” os germes causadores de infecções.

– Não fume na presença da criança, pois a fumaça do cigarro irrita as mucosas do nariz e da garganta, deixando- a mais propensa a doenças.

– Depois do banho, seque bem a orelha do seu filho. Ao usar cotonetes, tome cuidado para limpar apenas a parte externa da orelha. Não introduza a haste no canal auditivo.

– Objetos introduzidos no ouvido podem causar infecções. Permita que a criança tenha acesso apenas a brinquedos adequados a sua faixa etária, sem apetrechos que se soltem.

 

Sinais de que a criança não está ouvindo bem:
– Solicita repetições com freqüência, exclamando: o quê? hã?

– Só reage quando se grita com ela.

– Apresenta dificuldade de integração ao ambiente.

– Tem problemas de sociabilização na escola.

– Mantém-se muito perto do aparelho de TV ou rádio.

– Fica desatenta ou em silêncio quando a mãe se dirige a ela.

– Apresenta ausência de fala com 1 ano de idade. Aos 7 meses, o bebê já deve imitar alguns sons ou sílabas. Com 1 ano a criança com audição normal diz algumas palavras e aos 2 já domina cerca de uma centena de palavras.

Fonte:
Revista Meu Nenê