Blog

anitta

Anitta cancela show para cuidar da voz

Fonoaudióloga explica o que é a perda da voz e as causas mais comuns

A cantora Anitta cancelou um show que faria em Resende (RJ), o motivo, segundo a artista, foi a formação de um edema em um cisto na corda vocal. A cantora publicou em uma rede social: “Por indicação médica, terei que fazer um repouso vocal absoluto de uma semana. Estou medicada e sem falar no momento pra tentar reduzir o cisto e assim evitar uma possível cirurgia nas cordas vocais. Eu sempre tive esse cisto, sempre soube dele, e se eu for disciplinada consigo cantar e falar normalmente sem operar”. Na mesma postagem, a cantora revelou ter sofrido de uma forte gripe nos últimos dias. “Estou bem, posso fazer outras atividades e comparecer aos lugares. Minha restrição é ao uso da voz. Espero que todos compreendam”, finalizou a artista.

Segundo a fonoaudióloga Raquel Luzardo, quando uma pessoa perde a voz ela tem afonia, também conhecida como rouquidão, e pode ser algo repentino devido a uma infecção na garganta ou uma inflamação causada por um resfriado. “Percebemos como pouco a pouco vamos ficando sem voz e embora não seja grave, pode ser bastante desconfortável e inclusive afetar as atividades do dia a dia das pessoas, ainda mais de um cantor, que necessita da voz para trabalhar”, diz Raquel.

Como funciona a voz se a pessoa estiver com afonia

O som da voz é produzido pela vibração das cordas vocais, que são duas faixas de tecido de músculo liso que se colocam na frente da outra na laringe. A laringe está localizada entre a base da língua e a parte superior da traqueia, que é a via até os pulmões.

Quando as pessoas não estão falando, as cordas vocais estão abertas para que possam respirar. Quando se produz o momento de falar, no entanto, o cérebro organiza uma série de eventos. As cordas vocais se encaixam quando o ar passa para fora dos pulmões , fazendo-as vibrar. As vibrações produzem ondas sonoras que viajam através da garganta, nariz e boca, que atuam como cavidade de ressonância para modular o som. A qualidade da voz, o tom, volume e som são determinados pelo tamanho e forma das cordas vocais e cavidades de ressonância. “Esta é a razão pela qual as vozes soam tão diferentes”, explica Raquel.

E as variações individuais nas vozes são o resultado da quantidade de tensão que é colocada nas cordas vocais. Por exemplo, o relaxamento das pregas vocais faz com que uma voz seja mais profunda e apertando se converte em uma voz mais alta”, informa Raquel.

Causas da afonia: laringite, mau uso ou excessivo da voz, refluxo gastroesofágico, nódulos vocais, muito comuns em cantores, pólipos e cistos, hemorragia das cordas vocais, paralisia das cordas vocais, doenças e distúrbios neurológicos, outras causas como problemas de tireóide e danos à laringe.